Produtividade nas empresas, qual o papel do RH?

As empresas buscam, em sua maioria, contratar colaboradores que tenham alta performance, que são engajados e buscam gerar resultados para a organização. A produtividade nem sempre acompanha esse dinamismo e o RH tem um papel fundamental para cruzar essas atividades. Esse setor precisa colocar ações em prática, para auxiliar na produtividade e motivação de todos da empresa, cuidando de perto da gestão das pessoas, levando em conta as particularidades de cada um.

Felicidade e motivação
A felicidade está relacionada ao interesse e engajamento de cada um de nós. Uma pesquisa demonstrou que a felicidade dos funcionários gera maior dedicação e paixão pela atividade que praticam dentro da empresa.

O estudo é da Social Market Foundation e da Universidade de Warwick que revelou que funcionários felizes são cerca de 12% mais produtivos, podendo alcançar o máximo de 20%. Já a infelicidade pode gerar um efeito negativo na produtividade e pode durar até dois anos inteiros.

Como a motivação se relaciona com a produtividade?
Todos que são felizes em suas funções dentro de uma empresa realizam suas atividades com um propósito maior. Ou seja, eles ficam mais dispostos para entregar projetos dentro do prazo e se dedicam ainda a ajudar outros colaboradores da sua equipe.

Uma análise da Gallup Organization mostrou que empresas com um grande nível de engajamento tendem a ser até 22% mais lucrativas do que as com níveis mais baixos.

E também funcionários que são mais engajados têm 81% a mais de chances de se tornarem clientes fiéis às marcas. Com isso, empresas com alto engajamento podem conseguir o dobro de faturamento do que as empresas que não atingem esses níveis.

Mas como aumentar a produtividade?

O RH precisa se desenvolver e criar ações e estratégias que façam com que esses profissionais entendam a necessidade da empresa e façam parte de sua evolução.
Tudo isso é possível quando algumas atividades são colocadas em prática.
Tais como:

– Clima organizacional: criar um ambiente de trabalho agradável com a aplicação de pesquisas de opinião, dinâmicas em grupo, festas de confraternização, happy hour, integração periódicas;
– Estimular pausas: para que o cérebro funcione com criatividade, é preciso fazer pausas para que ele descanse, incentive os momentos de descanso como lanches e cafés rápidos, para que o colaborador tenha mais energia ao voltar para suas atividades;
– Faça treinamentos: entenda as necessidades de cada equipe, e com a ajuda dos gestores, ofereça treinamentos para aprimoramento de competências e habilidades;
– Horário flexível: busque com a empresa uma flexibilidade de horários, de forma que o colaborador possa sair um dia um pouco mais cedo para resolver o que precisa e compensar no dia seguinte, por exemplo;
– Valorize cada colaborador: ofereça feedback, elogie, faça premiações para que cada um se sinta reconhecido pelo esforço dedicado à empresa.

Por esses motivos o RH e a produtividade da empresa estão relacionados, um depende do outro, pois esse é o setor que precisa, além de outras atividades, cuidar da saúde empresarial dos colaboradores, fazendo uma boa gestão de pessoas, para que a motivação seja sempre renovada e todos gostem de trabalhar na empresa, pois se sentem ouvidos e valorizados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *