fbpx

Cultura consciente: como cultivar?

Cada vez mais as empresas estão se reinventando e trazendo à tona a cultura de forma mais consciente, em que o comportamento e as estratégias estão alinhadas com os valores e propósito da organização.

O que é a cultura consciente?

Cultura consciente, como o próprio nome diz, refere-se à cultura da organização que é construída pelas pessoas com intencionalidade, sendo orientada pelos valores e alinhada conforme os processos e práticas que garantam a sua consistência.

A cultura consciente é capaz de transformar positivamente a performance da equipe ao permitir a segurança psicológica para que o melhor das pessoas se expresse por meio do trabalho, fomentando assim um ambiente em que exista entendimento sobre propósito, senso de serviço e relacionamentos baseados em confiança e transparência.

Vamos saber mais como funciona os princípios das empresas conscientes?

4 princípios das empresas

1- Propósito além do lucro
A mentalidade que preza um legado resolve as dores do cliente e assim, faz com que as equipes se sintam parte integrante de cada ação do negócio, tendo um futuro promissor. Afinal, ela é aquilo que prega e não apenas o lucro.

2- Liderança
Um líder que inspira é responsável por guiar as relações por meio dos princípios, estratégias, valores e visão do negócio que pautam na cultura da organização. O que diferencia esse tipo de liderança das demais é que ela busca o que é melhor para o negócio e também para todas as partes envolvidas, ou seja, os stakeholders, que são os clientes, parceiros, os próprios colaboradores, a sociedade, dentre outros.

3- Cultura
Já falamos de cultura e estratégia, e esse é um pilar que precisa ser o mais sólido possível. As empresas precisam criar possibilidades para que as ações sejam usadas todos os dias, que isso motive os colaboradores a crescerem junto com o negócio.

4- Impacto
Quando falamos em impacto, estamos nos referindo a todas as partes que fazem parte do negócio, isto é, é preciso que haja uma relação ganha-ganha da empresa com os colaboradores, com os acionistas, com os clientes, com os parceiros e com a sociedade em geral. Por isso, é importante que o negócio atue de forma que consiga gerar valor para os envolvidos nele.

Como cultivar uma cultura consciente?

A cultura acontece. Não se escolhe ter ou não ter uma cultura. Porém, pode-se escolher compreender como a cultura acontece, para que a partir daí seja possível envolver as pessoas na cultura que se quer criar na organização.

Ela está relacionada à cultura predominante da empresa, dentre os 4 tipos de cultura predominantes que são Clã, Adhocracia, Mercado e Hierarquia, que pode ser reorganizada para uma cultura desejada de forma clara e consciente.

Conclusão

Não adianta cuidar do “meio” e não observar o fluxo de entrada e saída de colaboradores. As pessoas são a base de uma empresa. Sem elas não é possível que os negócios se desenvolvam em longo prazo. Por isso, contar com profissionais com valores e crenças semelhantes aos que são importantes para sua empresa pode ser crucial para sustentar a cultura desejada.

Sendo assim, o sucesso na evolução para uma cultura consciente está diretamente relacionado à capacidade de sustentação dessa transformação ao longo do tempo. Para isso, é preciso construir um caminho de aprendizagem significativa, com dispositivos de comprometimento coletivo.

Para saber como podemos ajudar a sua empresa a criar uma cultura mais consciente, entre em contato para baixar nosso e-book “Cultura Organizacional” e para conhecer nossa metodologia exclusiva em que a cultura é o foco de todo o crescimento e relacionamento empresarial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *